Prorrogadas as inscrições no Prêmio Aprendizagem Solidária

Prorrogadas as inscrições no Prêmio Aprendizagem Solidária

OEI. 30/09/2020
Tamanho do texto+-

A 1ª edição do Prêmio Aprendizagem Solidária está com as inscrições prorrogadas até dia 15 de outubro. A iniciativa premiará, com apoio formativo e financeiro de até R$ 15 mil, escolas, instituições de ensino superior e organizações da sociedade civil (OSC) que desenvolvam atividades pedagógicas voltadas a ações de intervenção em comunidades, que busquem transformar a realidade local, como exercício de cidadania e solidariedade. A premiação foi lançada pela Rede Brasileira de Aprendizagem Solidária (RBAS) da qual a Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI) faz parte, juntamente com outras instituições de promoção de educação.

Com vasta experiência em concepção de prêmios na área de educação, cultura e direitos humanos, a OEI contribuiu na confecção desta primeira edição do prêmio. Além da cooperação técnica da OEI, o concurso conta com o apoio do Centro Latino-Americano de Aprendizagem e Serviço Solidário (CLAYSS) e coordenação técnica do Centro de Estudos em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC), do Instituto Singularidades, do Movimento Futuro, da Mori Educação.

A premiação é também uma oportunidade para trocar experiências e inspirar outros projetos no Brasil e em toda a América Latina. O registro dos projetos ou experiências deve ser feito pelo site do Cenpec


Categorias de premiação:

• Instituições de Ensino Superior, para projetos/experiências com estudantes da graduação e/ou pós-graduação;

• Instituições de Educação Básica I, para projetos/experiências com estudantes da Educação Infantil e/ou Ensino Fundamental – Ano Iniciais;

• Instituições de Educação Básica II, para experiências com estudantes de Ensino Fundamental – Anos Finais e/ou Ensino Médio e; 

• Organizações da Sociedade Civil, para instituições sem fins lucrativos que promovam aprendizagens articuladas às ações de solidariedade.


Podem se inscrever instituições de ensino públicas ou privadas de todo o território nacional e todas as etapas e modalidades da educação básica, além de OSC que tenham projetos ou experiências de aprendizagem solidária em andamento ou que já tenham sido concluídas, desde que realizadas entre 2019 e 2020.

Os três projetos ou experiências melhor avaliados em cada uma das quatro categorias receberão apoio financeiro, que será no valor de R$ 15 mil, para os primeiros colocados; de R$ 7 mil, para os segundos colocados; e de R$ 5 mil, para os terceiros colocados. Os premiados em segundo e terceiro lugar receberão ainda bolsas de formação a distância, para potencializar e ampliar suas ações de aprendizagem e de solidariedade para e com a comunidade. Além disso, os primeiros colocados de cada categoria receberão uma bolsa participar do Seminário Internacional de Aprendizagem Solidária, que será realizado na cidade de Buenos Aires (Argentina) em agosto de 2021.


A aprendizagem solidária (aprendizaje y servicio solidario nos países de língua espanhola ou service learning, nos Estados Unidos) é uma concepção de educação que data do início do século 20. Na prática, a aprendizagem solidária propõe o desenvolvimento integral dos sujeitos por meio de vínculos com suas cidades, territórios e comunidades. A sugestão é que a estratégia ocorra a partir de projetos de intervenção social propostos pelos estudantes e pautados pelas reais necessidades das comunidades.

Confira também OEI participa do I Seminário Internacional de Aprendizagem Solidária