OEI apresenta relatório Miradas sobre a Educação na Ibero-América 2019

OEI apresenta relatório Miradas sobre a Educação na Ibero-América 2019

OEI. 20/12/2019
Tamanho do texto+-

A Organização dos Estados Ibero-americanos apresentou hoje, 20, o relatório Miradas sobre a Educação na Ibero-América 2019. O documento traz informações e principais resultados de acompanhamento e avaliação das Metas Educativas 2021, na região.

As Metas Educativas 2021 foram aprovadas em 2010 pela XX Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado e de Governo, realizada na Argentina. As 21 metas visam, em nível ibero-americano, melhorar a qualidade da educação oferecida às crianças e jovens, com o enfrentamento da pobreza e da desigualdade de condições que vulnerabilizam os países da região.

No ano passado, as Metas 2021 foram harmonizadas ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS4), contido na Agenda 2030 das Nações Unidas. O ODS4 almeja garantir uma educação inclusiva, equitativa, de qualidade e oportunidades de aprendizagem para todos ao longo da vida.

A decisão de alinhar as duas propostas foi concretizada na 26ª Conferência Ibero-Americana de Ministros da Educação realizada em setembro, na Guatemala. Na ocasião, os 22 países ibero-americanos presente no encontro da OEI assinaram a Declaração de La Antígua Guatemala.

Miradas 2019 incorpora, ao final de cada objetivo educacional analisado, as reflexões de dois acadêmicos e pesquisadores renomados, o argentino Mariano Narodowski e o espanhol Miguel Zabalza, sobre a conexão entre o objetivo educacional e seu correspondente objetivo no ODS4.

Os relatórios Miradas sobre Educação na Ibero-América buscam oferecer caminhos para criar uma estrutura de trabalho compartilhada no espaço da OEI com todos os responsáveis pela avaliação e estatística dos Ministérios da Educação dos Estados-Membros da Organização. A iniciativa caracteriza-se pela confiança mútua e troca de informações. A medida demonstra que é possível, por meio da educação, acordar e executar políticas que favoreçam os processos de integração regional.


Confira a íntegra do Miradas 2019