Conferência Internacional: Educação, Cidadania, Mundo. Que escola para que sociedade?

Conferência Internacional: Educação, Cidadania, Mundo. Que escola para que sociedade?

OEI. 27/05/2019
Tamanho do texto+-

O Ministério da Educação de Portugal, por meio da Direção-Geral da Educação, realiza a partir de hoje, 28, a Conferência Internacional Educação, Cidadania, Mundo. Que escola para que sociedade?. O evento ocorre em Lisboa, até quarta-feira. A iniciativa conta com a colaboração da Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e o Conselho da Europa.

O encontro terá a participação do ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, do Secretário-Geral da OEI, Mário Jabonero, da Diretora-Geral para a Democracia do Conselho da Europa, Snežana Samardži?-Markovi?, e do Secretário Executivo da CPLP, Francisco Ribeiro Telles.

No painel da tarde, o Secretário de Estado da Educação, João Costa, modera o debate entre 5 estudantes sobre participação, democracia e cidadania, no âmbito do projeto Voz dos Alunos. Portugal foi pioneiro nessa iniciativa que tem sido reconhecida tanto pela OCDE, como por outros países que têm replicado o modelo.

No final do primeiro dia será apresentada uma Declaração Conjunta sobre Educação para a Cidadania, enquanto síntese das ideias-fortes discutidas e acordadas durante a conferência.

A realização da Conferência Internacional, congregando organismos envolvidos em sistemas educativos de quatro continentes, tem como grande objetivo relançar o debate sobre a escola enquanto alicerce indispensável para o desenvolvimento, para os direitos humanos e para a democracia. Ao mesmo tempo, a iniciativa afirma a ideia de que a educação e a escola são o grande instrumento de transformação das sociedades através do alargamento e da prática do exercício de uma cidadania ativa.

Na Conferência será apresentado o caminho feito por Portugal, ao longo dos últimos anos, consagrado no Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória e na Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania, e que têm sido concretizados através de medidas como a Autonomia e Flexibilidade Curricular ou Orçamento Participativo das Escolas. Serão conhecidos vários programas internacionais de referência, bem como experiências de Educação para a Cidadania desenvolvidas por professores e alunos.

O segundo dia incluirá vários workshops temáticos, nos quais os participantes poderão aprofundar algumas experiências e metodologias, de acordo com os seus interesses temáticos, sendo os trabalhos encerrados pelo Secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo.

A Educação tem, mais do que nunca, um papel fundamental no desenvolvimento humano através da inclusão de todos na escola, do investimento no potencial de cada um, na participação esclarecida na vida da comunidade, no desenvolvimento de competências sociais e emocionais e assim contribuindo para ambientes de aprendizagem inovadores, criativos e desafiantes que promovem o bem-estar de alunos e docentes. A educação para a cidadania democrática é uma área por excelência para o desenvolvimento destas competências.

Esta conferência vai proporcionar um fórum para reflexão sobre que escola queremos para preparar os jovens para os desafios do mundo atual.

Confira a programação 

Também poderá assistir ao evento aqui