OEI abre debate público para a revisão das Metas 2021
OEI abre debate público para a revisão das Metas 2021

OEI abre debate público para a revisão das Metas 2021

OEI. 15/01/2018
Tamanho do texto+-

Existem na Ibero-América mecanismos para a participação da sociedade civil na formulação de políticas educativas? De que forma participa a sociedade — e, mais concretamente, a comunidade educativa ibero-americana — na tomada de decisões? O que entendemos por qualidade educativa?

Essas e outras perguntas são lançadas hoje pela Organização de Estados Ibero-americanos (OEI) em um espaço aberto à participação da sociedade civil. O objetivo é abrir um debate público, tal como foi feito com as Metas Educativas 2021, conjunto de 11 metas gerais que representam os objetivos educativos comuns dos países ibero-americanos para 2021, aprovados na XX Cúpula Ibero-americana de Chefas e Chefes de Estado e de Governo, em 2010.

O Instituto de Avaliação da OEI (IESME) é responsável pelo seguimento destas metas, seus indicadores e correspondentes níveis de alcance, por meio dos informes Miradas sobre a Educação na Ibero-América, apresentados aos ministros de Educação nas Conferências Ibero-americanas de Educação.

Na metade do caminho do compromisso adquirido com estas metas para 2021, viu-se a necessidade de abrir um processo de revisão e reflexão sobre os indicadores de algumas metas que apresentam maior dificuldade para dar conta de sua evolução, um mandato acolhido no 76° Conselho Diretivo da OEI, realizado em 31 de agosto de 2017. Por isso, a OEI lança alguns fóruns para reflexionar sobre as metas 1, 2, 5 e 6:

Meta 1: Reforçar e ampliar a participação da sociedade na ação educadora

Meta 2: Alcançar a igualdade educativa e superar toda forma de discriminação na educação

Meta 5: Melhorar a qualidade da educação e o currículo escolar

Meta 6: Favorecer a conexão entre a educação e o emprego por meio da educação técnico-profissional (EFTP)


A partir de hoje — e durante dois meses — estará aberta a participação nos fóruns sobre as metas 1 e 5. Em uma segunda fase, nos meses seguintes, o debate será em torno das metas 2 e 6. 

As contribuições dos participantes nesses fóruns são muito importantes, já que serão levadas em conta, após uma análise técnica por parte do IESME, para serem incorporadas à revisão dos indicadores das Metas 2021.


Participe!: https://foros.oei.es/